Começo, meio e fim.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Meninas,

Durante esse período de ausência aqui do blog, houve momentos que senti falta das amigas que fiz aqui, houve momentos que quis voltar a escrever, mas por diversas razões isso não aconteceu.
Hoje recebi um comentário que me fez tomar a decisão que vinha protelando há um tempinho.
A de encerrar o blog.

Já havia pensado nisso antes, mas acabei não fazendo.
Não acho justo que as pessoas entrem aqui, percam tempo checando se há atualizações, dediquem seu tempo a ler o que eu escrevo, façam comentários e eu nem sequer tenha tempo para responder.

Quero deixar claro que eu não desisti de mim, não desisti de me cuidar.
Estou sim, desistindo do blog, que não tenho condições de manter como gostaria e em respeito à vocês prefiro encerrar.

Agradeço a todas as pessoas que gentilmente deixaram comentários, palavras de carinho e agradecimento. Agradeço a todos os que leram o que eu escrevi.
Conheci pessoas maravilhosas aqui, pessoas que viraram amigas reais. Outras tantas, acabei por perder contato, devido à minha ausência por aqui...mas a vida é assim mesmo.

Iniciei esse blog porque achava que a minha história poderia ajudar alguém.
E acho que esse objetivo foi alcançado.

um beijo enorme à todos vocês.
com amor,
Flávia



TOU VIVA!!!

sábado, 9 de janeiro de 2010


Meninas,

Estou sumida, mas quem eh vivo sempre aparece!
Volto em fevereiro, aguardem!!

beijo grande,
Flavia

Esticando a Corda.

sábado, 4 de julho de 2009

Olá Meninas!

As coisas por aqui ainda andam confusas mas nada como um dia atrás do outro, melhor dizendo sinceramente, uma merda atrás da outra para nos fazer refletir. Não sei se já comentei aqui, mas antes de decidir emagrecer eu vivia exausta de tanto pensar, de tanto pesquisar a "dieta ideal", o "exercício ideal"...
Apesar de não fazer nada de concreto para emagrecer vivia um desgaste imenso por causa dessa busca. Pensar cansa!! Muitas vezes FAZER é muito menos desgastante, podem crer! Claro que essa fase de busca terminou (felizmente) então hoje os meus pensamentos-questionamentos-desgastes são outros.
Há alguns meses que vivo altos e baixos na minha motivação. Uma semana certinha, outra mais ou menos, outra um desastre. Aconteceram muitas mudanças na minha vida? Sim, claro. Mas a responsabilidade sobre as minhas escolhas é unicamente minha e não vou me aproveitar da situação para tirar o corpo fora e desfiar um rosário de desculpas. Problemas todas temos, em maior ou menor grau, durante toda a vida. Ficar de banzo uns dias é normal, não somos robôs. Mas nada de alimentar o banzo, nada de criar um escudo para se manter nessa situação. E as desculpas são outra coisa que não um escudo? Se eu estou assim, mas tenho um motivo, então posso continuar assim?! NO WAY!
E é justamente para não continuar assim que resolvi "esticar a corda".
Percebi que estou vivendo uma fase em que o meio termo não tem funcionado. Houve fases que funcionou lindamente, eu comia uma fatia de pizza e pronto. Houve fases em que tive de ser mais radical para poder seguir em frente. Que ninguém entenda radicalismo com passar fome, pelamordasanta!! Isso NUNCA! É radical no sentido de não abrir exceções, pelo menos por uns tempos. Já tinha dito que ia fazer isso, não fiz...e adivinhem o resultado?? As exceções passaram a ser "dia-sim-dia-não".
Eu não sei vocês, mas eu já percebi que quanto mais eu exercito a disciplina mais disciplinada eu fico. Quanto mais me mantenho na linha mais fácil vai ficando fazer isso. E se eu já sei disso, qual o sentido de continuar como estou?
Claro que isso não pode ser feito indefinidamente, afinal toda corda tem um limite e se não afrouxarmos de vez em quando ela se parte! Mas esticar um bocado de tempos em tempos não faz mal a ninguém e é justo disso que estou precisando agora. Aliás já tem um tempão que estou precisando, só que sabe-se lá porque não tomei essa atitude...
Como diria a sábia Beth: "ADIAR A AÇÃO É ADIAR O RESULTADO". E eu já adiei demais.
A vida não é um ensaio meninas. Só temos essa vida para viver, então a hora de fazer é agora! A morte da Gra me fez refletir sobre essa ilusão de que temos todo o tempo do mundo. Não temos. Aí vocês podem pensar assim, se temos pouco tempo, porque não aproveitar? E eu respondo com outra pergunta: Embora faça parte dos prazeres da vida, aproveitar a vida é comer?
Beijão, Flávia.

Inverno....

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Olá Meninas!

Faz tantooooo tempo que eu não passo por aqui! Tenho que pedir MIL DESCULPAS a todas vocês, que vieram me visitar apesar do meu sumiço, que deixaram recadinhos carinhosos pedindo minha volta...muito obrigada, de coração!

Estou passando por um momento muito intenso da minha vida, mas essa intensidade toda está acontecendo dentro de mim e embora muitas coisas na minha vida tenham mudado concretamente o que vinha causando a minha ausência por aqui eram motivos internos e não externos, entendem?

Mudei de casa, fiquei solteira, tenho novos planos para minha vida profissional. Isso é o que está acontecendo de concreto. Estou tendo que me adaptar a uma série de coisas novas na minha vida. Estou "patinando" para estabelecer uma nova rotina, mais por incapacidade minha do que por fatores externos. Estou malhando, mas não religiosamente (6x por semana) como eu gosto. A dieta está uma bagunça...tem dias que faço tudo certinho, tem dias que só faço m****, tem dias que fico lá no meio termo.

Hoje conversando com uma amiga querida (beijos Maraise!), ela me perguntou o que eu poderia fazer para sair desse banzo
A resposta eu já conheço e quem lê meu blog deve ter uma idéia...

MOTIVAÇÃO.

Agora....Como vou buscar essa motivação?

Vou colocar em prática o projeto "Em Busca da Motivação Perdida"! rsrsrs.
Isso significa que eu vou:

1. Reescrever (e deixar à vista!) as razões pela quais decidi emagrecer;
2. Voltar a postar no blog (disciplinadamente);
3. Reler o meu blog (nunca fiz isso acreditam?!!)
4. Pesquisar histórias de sucesso que me inspirem (e claro dividir essas histórias com vocês).
Penso que a motivação é uma espécie de ciclo vicioso: quanto mais motivamos os outros mais nos sentimos motivados. Já tinha dito aqui que motivar vocês sempre foi uma grande motivação para mim então chega a ser estupidez não estar fazendo isso!!

Então meninas, eu daqui, vocês daí, como cantavam "Os Saltimbancos" (musical infantil MARAVILHOSO do Chico Buarque):

"Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer-
ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger-
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer"

Vamos lá!

Aceitação....ou PREGUIÇA?

quarta-feira, 18 de março de 2009

Você está satisfeita com o seu corpo?
Quando se olha no espelho, sinceramente, fica satisfeita com o que vê?
Quem não gostaria de ter um corpo melhor? Acho que todo mundo gostaria...
A questão aqui é : o quanto cada um de nós está disposto a trabalhar para atingir esse objetivo?
Será que existe alguma mulher na face da terra que não gostaria de ter o corpo magro, todo durinho e em forma?
Voltamos a questão: quanto estamos dispostas a nos esforçarmos para conseguir isso?

Vejo muitas pessoas falarem que não ligam para sua barriguinha e fico me perguntando: se existisse uma pílula para acabar com a barriga e se essa pílula tivesse um preço acessível, quem não tomaria???

GENTE, TODO MUNDO TOMARIA!!

Todo mundo gostaria de ter uma barriga sequinha, essa que é a verdade, só que como a maioria das pessoas não está disposta a fazer o esforço necessário que esse desejo vire realidade dizem que "não ligam"!!

Uma vez a Luana Piovani disse numa entrevista que gostaria de ter uma bunda igual a da Feiticeira...mas que não estava disposta a malhar o necessário para isso, então se contentava com a dela. É mais ou menos a idéia que eu quero passar aqui.
É totalmente respeitável que uma pessoa não esteja disposta a suar na academia, a batalhar para ter um corpo melhor. O que não é respeitável é que ela fique dando desculpas esfarrapadas por não fazer isso.

Será que uma pessoa é realmente feliz e satisfeita com seu corpo pesando 20, 30kg a mais?
Conformada sim...satisfeita? Duvido.

Claro que o nosso corpo tem limitações, mas na maioria dos casos, o que vejo são as pessoas dando milhões de desculpas sem SEQUER TENTAR! Se você não se alimenta direito, se não se exercita na intensidade e com a constância necessária para ver resultados, como pode dizer que qualquer coisa no seu corpo não tem jeito?
Ah, mas você está malhando há um ano e ainda não está como queria? Talvez no seu caso sejam necessários dois ou três anos.

Então vamos em frente, porque a vida é dura, todo mundo sabe disso. Mudar é difícil, todo mundo sabe disso também. Mas sem assumirmos a responsabilidade pelo nosso corpo (afinal ele não engordou sozinho) e pelas nossas escolhas, se não tomarmos a decisão de mudar vamos continuar exatamente como estamos. Dizer que não consegue ou que não tem jeito é muito fácil.

Pague prá ver!

Beijos e Saudades de todas!

I'm Alive!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Olá Meninas,

Estou dando uma passadinha rápida só para avisar que está tudo bem comigo.
Queria agradecer alguns recados carinhosos e preocupados que recebi,
e dizer que estou bem.

Para quem nunca leu o começo do meu blog, quero dizer que quando comecei isso aqui já havia emagrecido 43kg. Meu emagrecimento nunca esteve diretamente ligado ao blog, entendem? Emagreci muito sem essa "ferramenta" de apoio e minha ausência tem várias razões, mas com certeza ter abandonado a dieta não é uma delas!

Quando criei o blog, meu maior desejo era incentivar outras mulheres, que como eu um dia, tinham muitos kilos a eliminar e haviam perdido a esperança, aquelas que achavam que para emagrecer precisavam de cirurgia, de remédios...

Eu bem me lembro o bem que me fazia (e faz!) ler histórias de sucesso, de pessoas que emagreceram muito, que mudaram completamente seus corpos e suas vidas através do seu próprio esforço e dedicação, buscando dentro de si a força transformadora que existe em todo ser humano mas que por conta de um monte de fatores internos e externos fica alí, abafada, sem oportunidade de se mostrar e se desenvolver.

Várias vezes escrevi aqui no blog: SE EU CONSEGUI, VOCÊ TAMBÉM CONSEGUE!
Essa é a mais pura verdade, é a razão de eu ter criado esse blog.
Criei esse blog para motivar as pessoas, para mostrar que tudo é possível.
Eu não fiz cirurgia, não tomei remédio e já emagreci mais de 50kg.
E sou só mais uma, dentre tantas que já fizeram isso! Não fui a primeira e com certeza não serei a última!

Eu não abandonei a dieta, nem a malhação e muito menos o meu objetivo de ficar sarada!
Posso estar como esse sol, da foto lá em cima, meio encoberta pelas nuvens.
Mas não deixo de brilhar!

Um beijo carinhoso,
Flávia

Tempo, tempo, tempo...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Olá Meninas,
Estou passando por aqui rapidinho, só para dar notícias.
Minha vida está muito corrida e não tenho tido cabeça e muito menos tempo para o blog.
Continuo malhando, continuo cuidando da minha alimentação, mas além das outras obrigações que eu já tinha agora tenho mais duas: dar suporte a Margot que já começou a quimioterapia, e cuidar dos "filhotes" dela, o que me exige idas constantes ao sítio e toma bastante o meu tempo.
Penso muito no blog, nas amigas que fiz aqui, em coisas sobre as quais eu gostaria de escrever, mas não consigo organizar minha cabeça e meu tempo para fazer isso. No começo desse mês o blog fez um ano e eu nem consegui fazer um post "comemorativo".
Então é isso meninas. Vou passando por aqui quando der, visitando vocês quando for possível.
Minha ausência não significa de forma nenhuma que abandonei ou me deixei para depois como falei no post anterior.
Se cuidem.
Um beijo grande.
Flávia

 
by TNB